Aparelho auditivos – Para que servem? Tipos e Adaptação

Aparelho auditivos – Para que servem? Tipos e Adaptação

Aparelho auditivos – Para que servem? Tipos e Adaptação

Rate this post

A perda auditiva, comumente conhecida como surdez, é um dos maiores problemas de saúde do mundo. No Brasil, quase 10 milhões de pessoas sofrem dessa deficiência, que é mais relacionada à idade.

Felizmente, existem aparelhos auditivos – estes pequenos dispositivos eletrônicos foram desenvolvidos para que uma pessoa com perda auditiva possa ouvir, se comunicar e participar plenamente de atividades cotidianas.

Saiba mais sobre aparelhos auditivos, como eles funcionam, espécies existentes e dificuldades com a adaptação

<img class = "aligncenter tamanho-total wp-image-3146" src = "https://www.saudebusiness365.com.br/

O nosso aparelho auditivo tem três partes básicas: o ouvido externo, o ouvido médio e o ouvido interno: o exterior é basicamente um revestimento acústico As ondas sonoras são captadas e enviadas para o canal auditivo até que o tímpano atinja e vibre.

Essas vibrações se movem em três pequenos ossos – o martelo, a bigorna e os passageiros – o que é bastante claro, o "ouvido médio". Como uma janela oval em forma de cóclea, contém uma camada de células ciliadas muito sensíveis que capta ondas sonoras mecânicas e as transforma em ondas elétricas.

Essas ondas elétricas são feitas

É notável que problemas auditivos possam atingir essas três partes Do ouvido, mas aqueles que afetam o ouvido externo são a maneira mais simples de tratá-los. Os problemas nos ossos do ouvido médio (martelo, bigorna e passageiros) podem ser resolvidos com cirurgia.

Os piores problemas auditivos estão exatamente nas células ciliadas da cóclea – aqui vem o papel do uso da audição. Estes dispositivos irão:

  • ajudar a amplificar os sons,
  • aumentar a atenção e diminuir os riscos de segurança pessoal,
  • aumentar a saúde pública e psicológica,
  • garantir que a pessoa possa se comunicar com os outros
  • Melhora a acuidade auditiva,
  • Baixa perda de memória,
  • Reduz o estresse, o negativo e a irritabilidade. Menos algumas tentativas de resolver tais problemas auditivos começaram a aparecer no final do século XIX. As ferramentas que conhecemos hoje só começaram a evoluir desde os anos 50.

    Tipos de aparelhos auditivos

    O principal objetivo dos aparelhos auditivos é amplificar as ondas sonoras.

    • Microfone: pega sons e os transforma em sinais elétricos,
    • Computador: manipula e adapta esses sinais de acordo com a perda auditiva,
    • Amplificador: Aumenta a intensidade dos sinais do microfone,
    • Receptor: converte Sinais elétricos do amplificador para sinais de áudio, para que a pessoa possa ouvir.

    É importante notar que os aparelhos auditivos não devem ser escolhidos de acordo com a estética,

    Os principais tipos de aparelhos auditivos presentes no mercado hoje são:

    1. Microchannel (CIC):

    19659002] é diferente de deficiência auditiva leve a moderada.

    O índice varia de acordo com a deficiência auditiva leve a moderada. ] Intracanal (ITC):

  • No canal auditivo, o dispositivo também é feito de uma peça pode ser formada.

    1. Intra-oricular (ITE):

    É o maior tipo feito sob medida para encaixar o canal auditivo, que também é semelhante ao canal auditivo, mas especialmente para aqueles que precisam de mais amplificação e maior controle da audição. Fora do ouvido. Tem uma boa força de amplificação sonora e é, portanto, referida como perda auditiva grave.

    1. BTE:

    É o tipo mais forte referido para todos os graus de surdez.

    1. RIC:

    é um modelo evolucionário do modelo retrógrado, com maior resistência, processamento mais fácil, mais opção de programação e "escondido" atrás da orelha. Pode medir até menos de 1 cm Este dispositivo tem alta potência e é conectado ao canal auditivo através de um fio fino e transparente que tem um receptor na ponta.

    Adaptação para aparelhos auditivos

    Muitas dúvidas sobre o uso de fones de ouvido podem eventualmente aparecer, a melhor maneira de curá-las e se comunicar com o otorrinolaringologista – é este profissional que se refere à melhor audição para cada pessoa e explica como isso acontece Adaptação, que são as principais preocupações e a duração que levará.

    As maiores dificuldades associadas ao uso da audição podem estar relacionadas ao cuidado com o dispositivo e sua limpeza, mas também pelo conforto e pelo mesmo ajuste confortável. Tudo depende das habilidades que a pessoa deve adaptar e até mesmo do problema de áudio que está sendo tratado.

    Dica é usar o máximo de audição possível durante o dia para se acostumar com mais rapidez,

    Há pessoas que podem desistir do uso completo do aparelho auditivo simplesmente devido à falta de cooperação ou mesmo perda auditiva quando a perda auditiva é muito baixa.

    O período de adaptação pode ser de longa audiência, mas é essencial que você tenha paciência e compreensão de que isso é o melhor para sua saúde.


    http://www.audioclean.com.br/audicao/endendendo-perda-auditiva

    https://www.aeraparelhosauditivos.com.br/guia-rapido- conheca-os-tipos-de-aparelhos-auditivos- e seus indicadores / [19659002] http://www.aeraparelhosauditivos.com.br/como-se-adaptar-aos-aparelhos-auditores/

    post Aparelho auditivo – Para que servem? Tipos e adaptações apareceram pela primeira vez no Health Businnes 365.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *